Aracajú Nordeste

Minha viagem para Aracaju-SE

06:29Lorena Santos

Olá Galera!

No post de hoje, eu vou contar pra vocês como foi a minha experiência de viagem para Aracaju-SE!
Como vocês já devem saber, eu moro na Bahia, e é bem pertinho de Sergipe, olha aqui. Então meus pais decidiram viajar pra lá de carro mesmo, nós não fomos sozinhos, pq também não é viável ir sozinho devido á distância, então fomos com mais uma família que são amigos dos meus pais.

A viagem foi looonga. Saímos de Simões Filho exatamente ás 05h da madrugada manhã, então eu ainda estava cambaleando de sono, o que me fez dormir até umas 08h, quando acordei já estávamos na cidade de Indiaroba. Perdi a maior parte do passeio de carro dormindo, mas a paisagem era sempre essa e nunca mudava: 


Como saímos muito cedo, nem tomamos café em casa. Então quando paramos em Indiaroba a primeira coisa que procuramos foi uma padaria, restaurante ou lanchonete. Comemos por lá e depois seguimos viagem.


Chegamos em Sergipe ás 10h, e então começou a parte mais difícil da viagem, a nossa saga em busca de um hotel, pousada ou qualquer canto que nos hospedassem. Acontece que demos o azar de escolher justo o dia em que estava tendo concurso público na cidade, então TODOS os hotéis e pousadas estavam lotados. Já estávamos quase desistindo, era a última pousada que iríamos procurar, se estivesse cheia, nós voltaríamos pra casa, E adivinhem ? ESTAVA CHEIA. Porém o recepcionista da pousada, super gente boa como todo sergipano, (gente, é sério, nunca vi um povo tão hospitaleiro) nos indicou um amigo que alugava a casa para veraneio, então ficamos por lá. A casa era linda, grande aconchegante e estava limpa quando chegamos, o que é bem raro em aluguel de casas de veraneio. 


Pra aproveitar bastante, naquele dia mesmo fomos á Praia de Atalaia, que é um lugar muito lindo e muito limpo também, não se vê um copo plastico no chão. Quanto á gastronomia, estão de parabéns, comemos um peixe no maior estilo "pescado na hora" em uma barraca de praia e que servia muito bem duas pessoas. Almoçamos por lá e só voltamos pela tarde, exaustos da praia e da viagem, não saímos á noite.


No segundo dia, fomos visitar o Mercado Municipal Antônio Franco. Lá encontramos de tudo, quando eu digo tudo, é tudo mesmo... Roupas, artesanato, bebidas, restaurantes, floriculturas, pratos típicos entre outras coisas... 
A cada esquina você se depara com uma figura de Lampião e Maria Bonita, tudo é muito colorido e cheio de graça... O atendimento e excelente, as pessoas são educadíssimas, e também não se vê lixo no chão.
Só pra provar que lá tem de TUDO mesmo, observe:


 Não tive como não fotografar, será que funciona ?


 No maior estilo: Maria Bonita... Nóis é Nordeste, Cabra da peste...



 Com esse Caranguejo a moqueca duraria o mês inteiro!


Eu e minha mãe, flagradas nas compras...




Nesse dia, almoçamos por lá, os preços são bons e a comida é ótima, com cara de comida caseira.

Fomos á praia Atalaia Nova, que eu não gostei muito, a praia era cheia de ondas e não tinha lugar na areia para ficar, muitas pedras colocadas pela prefeitura, para separar a praia da rua e a água não era cristalina.


Saímos de lá e fomos novamente para outra praia de Atalaia nova que eu também não gostei. Diferentemente de toda a cidade, a praia era suja, tinha muita gente e sons muito altos. O que fez com que não ficássemos muito tempo lá também. 

Neste mesmo dia, á noite, fomos conhecer a orla tão famosa de Aracajú, e realmente é essa coca-cola toda que falam, é a coisa mais linda, têm parques, lojas, casas de shows, restaurantes, equipamentos de ginástica... Muitas coisas legais. Lá têm um espaço reservado só para crianças é o Mundo Maravilhoso da Criança, infelizmente eu não entrei lá.


Têm também um lugar reservados para turistas, é a Feira do Turista, lá têm restaurantes e muito artesanato, têm também roupas e artigos para decoração da casa. Como não resisti, fiz umas comprinhas lá também.

No ultimo dia, iríamos embora á noite, acordamos super cedo e fomos fazer um tour pela cidade, de carro mesmo, tiramos fotos de quase todos os cantos daquela cidade linda, todos os cajús que víamos na frente, e todas as partes da orla que é bem grande. 

Também visitamos o museu da Gente Sergipana, alí tem um pouco da cultura de Sergipe e do Nordeste em si, lá é possível se "fantasiar" de Lampião ou Maria Bonita através do Espelho Mágico, visitar uma "feira", e ainda conhecer as cidades de Sergipe através de um carrossel.  



Restaurante com um design maravilhoso, em Aracajú 



Museu da Gente Sergipana 




Literatura de Cordel, a marca registrada do Nordeste. Museu da Gente Sergipana


 Renda de bilros e bordados, no Museu da Gente Sergipana


Nesse mesmo dia, á tardinha, ainda fomos visitar a Praia do Saco. É uma praia legal, mas em Aracajú têm outras melhores, não é essa coca-cola toda que o pessoal fala não.


Então da praia fomos pra casa... 
Dessa viagem, ficaram muitas lembranças boas, e uma vontade de voltar lá outras vezes. É claro que em um final de semana não daria pra conhecer tudo o que queríamos como o oceanário, os Cânions do São Francisco, e outras praias, mas isso ai fica pra próxima vez que voltarmos pra lá!

Eu confesso que tinha outra imagem de Sergipe, imaginava um lugar seco e quente, onde só tocava-se forró (Meu Deus! Como sou preconceituosa), me surpreendi bastante, a cidade se parece bastante com o centro de Salvador, e a qualidade de vida é muito melhor!

Espero que vocês tenham gostado do meu Diário de Bordo! E vocês já viajaram para Aracaju? Pretendem ir lá ? Comentem aqui as suas impressões!

Um grande beijo! 
Lorena ;)

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Olá, não saia sem deixar seu comentário, sua opinião é muito importante!

Formulário de contato